Novas tecnologias

Por que as crianças não devem jogar Fortnite se tiverem menos de 12 anos

Por que as crianças não devem jogar Fortnite se tiverem menos de 12 anos



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Nenhum pai com filho pré-adolescente ou adolescente será pego de surpresa se, analisando o vício causado pelos videogames, falarmos também do Fortnite. E é que esse videogame está causando sensação entre meninos e meninas de todo o mundo. Sua popularidade é tão grande que os pais não podem deixar de se perguntar até que ponto nossos filhos podem ser viciados em sua diversão. E a verdade é que Crianças menores de 12 anos não devem jogar Fortnite.

Para saber mais sobre o Fortnite e o grau de aceitação que tem entre as crianças de hoje, conversamos com a psicóloga Borja Quicios, que tem contato direto com crianças de 7 a 17 anos todos os dias. Em sua experiência, as crianças dessas idades (apesar da ampla faixa etária) adoram jogar Fortnite com os amigos. No entanto, nem todos têm idade suficiente para experimentar este jogo online. De acordo com este especialista, a idade em que crianças brincam Fortnite até 12 anos.

Hoje em dia, proibir ou impedir que crianças usem dispositivos tecnológicos como tablets, consoles ou telefones celulares não faz sentido. Ao contrário, se a criança não os usar, será considerado raro na frente da sociedade e pode até ser rejeitado. Devemos compreender que os videogames são mais um tipo de jogo e que se combinados com outros tipos de formas de jogo é benéfico.

Por isso, será a partir dos 3 anos que as crianças poderão ter experiências com eles. É verdade, porém, que dos 3 aos 12 anos devem praticar jogos que estimulem sua imaginação e habilidades cognitivas.

A partir dos 12 anos, os jogos mais adequados para as crianças são aqueles que lhes permitem trabalhar a estratégia. E é que as crianças desta idade já são capazes de sustentar a atenção e a concentração. Esta é precisamente a idade recomendada para as crianças jogarem Fortnite, pelo menos no modo Battle Royal. Aos 12 anos, eles já estão mais conscientes do que é o vício da tela e sabem que não devem deixar de lado outras tarefas para jogar o console por mais tempo.

Costumamos pensar que Fortnite é mais adequado para crianças, pois não tem imagens de sangue e a estética é semelhante à dos desenhos animados. Porém, o jogo ainda apresenta um grau de violência médio. Em outras palavras, a essência do jogo ainda é matar todos e ser um campeão por isso.

Borja nos conta: 'Recentemente, uma das crianças de 8 anos com quem trabalho, falando sobre o que íamos fazer nas férias, me disse:'Eu, jogue Fortnite'(com um tom de surpresa, o que implicava que ele não estava pensando em outro entretenimento possível para seus dias de folga). Sugeri atividades como ir ao parque, jogar jogos de tabuleiro, etc. e a conversa terminou com: Borja, 'No Fortnite, No party' (sem Fortnite não há diversão)! '

Existem várias razões pelas quais Fortnite é tão viciante para crianças. Em primeiro lugar, é um jogo gratuito, por isso é mais acessível para os mais pequenos (embora também possam ser adquiridos vários elementos no jogo).

Porém, o videogame possui muitos outros elementos que atraem esse tipo de público. Os gráficos são de boa qualidade, tem humor, existem algumas danças que se popularizaram em todo o mundo, as atualizações contínuas com novas opções de jogo ou diferentes tipos de 'skins' (que têm de ser pagos). Na verdade, é tão envolvente que já existem muitas crianças que recebem seu pagamento em 'perus', que é a moeda oficial do jogo.

Além disso, por ser um jogo curto e rápido (já que, por exemplo, no modo Battle Royal você só tem 'uma vida') é fácil cair na armadilha de 'mais uma vez' ou 'mais um jogo'. À medida que as crianças aprendem a brincar e a sobreviver, colocam de lado a sensação de ter perdido para se aproximar da sensação de "quase ganhar". Isso torna o desejo de vencer muito forte e eles querem jogar novamente.

Diante do medo de não saber separar o que é um hobby de um vício, muitos pais se perguntam se seus filhos são viciados em telas. A psicóloga Borja Quicios fala em vício a partir do momento em queOs videogames tiram o tempo de outras atividades como estudar, esportes ou interação familiar. É quando podemos começar a nos preocupar.

Então, o que fazemos para que as crianças usem as telas por menos tempo? Vamos ver algumas chaves.

1. Banir o console geralmente não funciona
Os videogames em dispositivos móveis, consoles, tablets e computadores são uma realidade de nossa sociedade e as crianças os adoram. Seria totalmente improdutivo proibir seu uso, especialmente considerando que os videogames não são prejudiciais por si só. Os danos que causam dependem do uso que deles é feito. Portanto, será essencial que pais e filhos usem o bom senso e 'falem a mesma língua'.

2. Coloque regras e limites para as crianças
Já que banir não faz sentido, é melhor para os pais estabelecerem algumas regras e limites. Para fazer isso, devemos levar em consideração a idade de nossos filhos e o que queremos alcançar.

3. Negociar com crianças
Por meio da negociação, podemos estabelecer alguns limites com os quais pais e filhos concordam. Dessa forma, eles farão com que as crianças estejam mais dispostas a respeitar as regras.

4. Ofereça alternativas para videogames
Quando são adolescentes, é mais difícil para os pais imporem disciplina, por isso é aconselhável oferecer alternativas de diversão ao ar livre, tanto com os amigos quanto em família. Em outras palavras, é a criança que deve encontrar nas atividades alternativas um prazer maior do que estar diante de uma tela. Esse trabalho é a família, a escola e, em geral, o ambiente que circunda a criança. E não é fácil, pois requer tempo e esforço.

5. Esforço, tempo e paciência
Os pais têm que se munir de esforço e paciência para que seja mais fácil acompanhar os filhos neste processo de 'desintoxicação'.

6. Peça ajuda a um profissional
Se já tentamos de tudo e o resultado não tem sido favorável, não devemos ter medo de consultar um profissional.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Por que as crianças não devem jogar Fortnite se tiverem menos de 12 anos, na categoria Novas Tecnologias no site.


Vídeo: VEJA COMO SE TORNAR UM YOUTUBER!!! (Agosto 2022).