Valores

O menino lutador. O que os pais devem fazer

O menino lutador. O que os pais devem fazer


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Crianças em idade pré-escolar costumam brigar por brinquedos ou qualquer coisa. Em alguns casos, as crianças são recompensadas involuntariamente por seu comportamento agressivo. Por exemplo, uma criança pode empurrar outra criança, derrubando-a no chão ou tirando seu brinquedo. Se a outra criança chora e se afasta, a criança agressiva se sente vitoriosa desde que recebeu o brinquedo. É importante identificar se esse padrão está ocorrendo em crianças agressivas. Quando as brigas são frequentes, pode ser um sinal de que a criança tem outros problemas.

Uma criança com atitudes agressivas pode ter problemas para controlar as emoções, ter testemunhado violência ou ter sido vítima de abuso na escola ou em casa.

A pesquisa mostrou que crianças que desenvolvem comportamentos agressivos em uma idade precoce tendem a continuar com comportamentos agressivos quando são mais velhas. Estudos também mostraram que crianças que são repetidamente expostas à violência e agressão por meio da televisão, vídeos e filmes agem de forma mais agressiva.

Se uma criança persistir em brigar e morder ou exibir um comportamento agressivo, os pais devem procurar ajuda profissional de um psiquiatra infantil e adolescente ou outro profissional de saúde mental especializado em avaliação e tratamento de problemas de comportamento em crianças pequenas.

Tanto os pais quanto os professores têm a tarefa de controlar e mediar as brigas das crianças. Para fazer isso, você precisa considerar algumas regras:

- A intervenção precoce é muito mais eficaz. Não espere que a criança comece a mostrar um comportamento mais agressivo. Intervenha assim que perceber que a criança está se sentindo frustrada ou chateada.

- Quando crianças brigam com frequência, monitore-as mais de perto.

- Se a criança bater em outra criança, eles devem ser separados imediatamente. Em seguida, tente confortar e cuidar da criança que foi espancada.

- Diga a um bebê que está começando a andar (1 a 2 anos): "Não pega. Dói e você machuca quando bate."

- Para a criança pequena (2 a 3 anos) diga: "Eu sei que você tem coragem, mas não bata. Quando você bate, dói" Isso começa a ensinar empatia por outras crianças.

- NÃO dê à criança se você estiver dando a outras pessoas. Isso ensina a criança a usar um comportamento agressivo.

- Os pais não devem ignorar ou menosprezar brigas entre irmãos.

- Ensine que agressão não é a maneira certa de conseguir o que deseja. Por exemplo: imagine o caso de duas crianças, uma de 6 e a outra de 4 anos. O mais velho está brincando com uma bola até que o mais novo apareça para pegá-la. E lá brigas e gritos se formam. O menino grita e chuta porque quer a bola. Intervimos e exigimos que o mais velho dê a bola ao mais novo. Com isso estaremos reforçando de forma positiva que o pequenino sempre chuta e grita para conseguir o que quer.

Você pode ler mais artigos semelhantes a O menino lutador. O que os pais devem fazer, na categoria de Conduta no local.


Vídeo: a melhor luta de jackie chan avi (Outubro 2022).