Valores

A possibilidade de engravidar sempre existe

A possibilidade de engravidar sempre existe


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Minha amiga Paloma é um daqueles casos maravilhosos que não têm explicação científica e que prova que a possibilidade de engravidar sempre existe. Depois de anos de tratamentos hormonais e várias tentativas malsucedidas de fertilização in vitro, quando ela estava quase pronta para jogar a toalha, ela finalmente engravidou. Ele tinha uma linda garota que encheu seu coração de felicidade, trouxe alegria ao casal e fez a família crescer.

Até aqui tudo normal. O incrível é que, após a quarentena, ela menstruou pela primeira vez após o parto e depois desapareceu. O que inicialmente parecia uma perturbação era na verdade uma gravidez, sua segunda gravidez e naturalmente! A possibilidade de engravidar sempre existe. Foi incrível tanto para ela quanto para o companheiro e para a equipe médica que a cuidou por tantos anos!

E é que embora as gravidezes espontâneas sejam conhecidas dos especialistas em reprodução assistida, este caso é especial pela proximidade entre a nova gravidez e o parto. Um pequeno estudo francês precisamente, publicado na revista Fertilidade e esterilidade, que ter um filho naturalmente após tratamentos de reprodução assistida não é tão raro.

Vinte e quatro por cento dos casais que se submeteram ao tratamento reprodutivo assistido sem sucesso conseguiram ter filhos entre sete e nove anos depois que a ciência não conseguiu resolver seus problemas de infertilidade. Eles não foram os únicos que tiveram filhos sem tentar. Além disso, 17% dos casais, que já haviam conseguido filhos por meio de tratamentos de reprodução assistida, conseguiram uma nova gravidez quando pensaram que as fraldas eram uma coisa do passado.

Os autores da pesquisa avaliaram 2.134 casais que se submeteram à fertilização in vitro (FIV) em oito centros reprodutivos franceses, alguns com sucesso e outros pertencentes ao grupo de pacientes que não conseguem conceber, apesar dos avanços nas técnicas de reprodução assistida (cerca de 50 por cento). Entre sete e nove anos após a visita aos centros médicos, lhes foi enviado um questionário que, entre outras coisas, perguntava se eles haviam se tornado pais espontaneamente naquele período.

Vários estudos de fertilidade mostraram que quase um em cada quatro casais supostamente inférteis não é, uma vez que muito poucos casais inférteis têm infertilidade absoluta (ou seja, 0,00 por cento de chance de gravidez). A maioria dos casais que consultam são subférteis, ou seja, têm uma chance claramente menor de gravidez do que o normal. Outro fato interessante a destacar são os cotratamentos associados à reprodução assistida que podem ter um efeito de longo prazo, como algumas terapias para endometriose ou certas cirurgias. Portanto, uma conclusão positiva deve ser tirada das descobertas desses pesquisadores: mesmo que os tratamentos de fertilidade tenham falhado, a possibilidade de gravidez sempre existe.

Marisol New. Editor do nosso site

Você pode ler mais artigos semelhantes a A possibilidade de engravidar sempre existe, na categoria Gravidez no local.